A Civilização do Espetáculo – Llosa

42130081“A civilização do espetáculo – Uma radiografia do nosso tempo e da nossa cultura” de Mario Vargas Llosa. O Prêmio Nobel de Literatura de 2010 descreve um contexto no qual a cultura se aproxima cada vez mais do entretenimento e se afasta da reflexão. Qualquer empreendimento que exija algum esforço intelectual maior tende a ser rejeitado pelo leitor/consumidor em busca de prazeres fáceis e instantâneos, “que os imunize contra a preocupação e a responsabilidade”. O efeito disso é um estado de permanente confusão e oportunismo, no qual os maiores patifes e embusteiros são celebrados como grandes artistas, e o descaramento e o marketing substituem o talento. Aliás, já não é possível, afirma o autor, discernir com certa objetividade o que é ter ou não ter talento, “o que é belo e o que é feio, qual obra representa algo novo e duradouro e qual não passa de fogo de palha”. A obra sem dúvida é um pouco elitista e conservadora, e até muito pessimista, mas verdadeira em grande parte de seu espectro – a despeito de seus julgamentos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s